Hipotireoidismo: sintomas, prevenção e tratamento

O hipotireoidismo é uma disfunção na tireoide (glândula em forma de borboleta localizada na base do pescoço que regula a função de órgãos importantes como o coração, o cérebro, o fígado e os rins), que se caracteriza pela queda na produção dos hormônios T3 (triiodotironina) e T4 (tiroxina). É mais comum em mulheres, mas pode acometer qualquer pessoa, independente de gênero ou idade, até mesmo recém-nascidos.

Sintomas

A queda na produção dos hormônios T3 e T4 causados pela tireoide pode provocar fadiga, aumento de peso, ressecamento da pele, queda dos cabelos, aumento das taxas de colesterol, unhas fracas, além de infertilidade e depressão. Estes sintomas nem sempre estão todos presentes, o que torna necessário pesquisar disfunção tiroidiana diante de qualquer um deles.

Prevenção

Não há uma prevenção primária específica. Entretanto, você pode tomar algumas precauções para evitar a doença, tais como: adotar a prática de fazer exercícios regularmente, ter uma ingestão adequada de iodo (cerca de 150 microgramas/dia), manter uma dieta adequada e evitar o fumo.

Tratamento

O tratamento mais comum é a reposição hormonal para reproduzir o funcionamento normal da tireoide. Antes de iniciar a reposição, o médico deverá fazer exames para saber qual é a dosagem correta de hormônio que o paciente deverá tomar. Em geral, o tratamento para o hipotireoidismo deve ser feito por toda a vida, dependendo da avaliação das causas, por isso se faz necessário a avaliação individual de cada paciente.

*Esse artigo tem apenas a intenção de informar, procure sempre orientação de um médico de confiança.

Atendimento

Agende sua visita
Close and go back to page