Síndrome de Asperger – Características, diagnostico e tratamento

A síndrome de Asperger é, podemos dizer, um tipo leve de “Transtorno do Espectro Autista”. A Síndrome de Asperger afeta o modo como a pessoa, criança ou jovem, se comunica e se relaciona com os outros. Não se trata de uma doença, mas sim de uma “condição”. A síndrome de Asperger já pode ser identificada na infância e é mais comum em meninos do que em meninas e não tem relação com etnia ou raça, nem com padrão social.

Sintomas de Síndrome de Asperger

Os sintomas mais comuns da síndrome de Asperger são comportamentos incomuns. Os sintomas podem variar de pessoa para pessoa, e variam também de intensidade e gravidade, porém os sinais mais comuns podem incluir:
Dificuldade para se relacionar com outras pessoas
Problemas de coordenação
Ter interesses muito específicos e incomuns
Comportamento desorganizado e desajeitado
Comportamentos excêntricos ou repetitivos

Diagnostico

Para diagnosticar a síndrome de Asperger, os pais devem levar a criança à consulta com psiquiatra infantil assim que os sinais forem notados, de forma que uma avaliação física e psicológica da criança podem ajudar a confirmar esta doença. Os psiquiatras, em grande parte, seguem as recomendações presentes no Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais para realizar o diagnóstico.

Tratamento

Como a Síndrome de Asperger não é uma doença e sim um transtorno mais ameno, as formas de tratamento também costumam ser proporcionais. No entanto, isso não significa que se deve negligenciar a condição adotando a automedicação e o uso de procedimentos alternativos como forma de promover a intervenção demandada. O acompanhamento profissional deve ser priorizado.

*Esse artigo tem apenas a intenção de informar, procure sempre orientação de um médico de confiança.

Atendimento

Agende sua visita
Close and go back to page